Decidi me divorciar, alguém tentará me impedir?

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Decidi me divorciar, alguém tentará me impedir?


Renan Almeida

Em algumas culturas dois indivíduos se casam sem nunca terem visto o rosto um do outro ou se casam quando crianças,  para desfrutarem a vida marital após ambos estarem crescidos. Muitos consideram qualquer uma das duas atitudes como inválidas ou deploráveis, mas você acreditando ou não, saiba que apesar de ser brasileiro, o mesmo ocorreu comigo.

Muitos antes de nascer, ficou combinado que eu me casaria com uma determinada mulher. Eu não escolhi a mesma, mas me vi, por uma promessa, obrigado a casar-me com ela. Trocando em miúdos, eu poderia dizer que antes mesmo de nascer, eu já era comprometido... Quando eu aprendesse a discernir entre o bem e o mal, seria o momento em que eu “desfrutaria” os resultados daquela convivência marital...

Já não suporto mais esse casamento, sinto repulsa dessa esposa... Não quero parecer um super-homem ou alguém acima da média... Quero apenas me livrar daquela mulher que não foi escolhida por mim. Você quer saber o nome dessa mulher? O nome dela é Sra. Pecado.  Sim... essa história nada mais é do que uma alegoria.  Muito provavelmente você começou a se preocupar no início da história, ou talvez tenha sentido repulsa por eu ter sido casado antes mesmo de nascer, mas estou falando da realidade de todo ser humano.

O fato é que essa “madame” não é de um homem só; ela é prometida a todos os homens e mulheres antes mesmo do nascimento. Muitas vezes pedi o divórcio, mas ela é insistente... Tentava me encontrar em cada esquina; pagava horários na TV para que eu a visse; eu não conseguia mais navegar na internet em paz, pois lá ela também estava na área de propagandas da Google.

Não adianta você tentar me impedir. Eu tomei minha decisão, a saber, ou essa “senhora” me deixa em paz ou eu vou matá-la... andei conversando com meu advogado, e ele disse que como o casamento foi realizado quando eu ainda era um incapaz, não será preciso o pagamento da pensão alimentícia... No que depender de mim, a Sra. Pecado morrerá de fome... O “trouxa” que quiser alimentá-la, se sinta a vontade para tal, mas saiba que ela te trairá; ela te guiará aos caminhos mais perigosos e tenebrosos que sua alma pode imaginar...

A Sra. Pecado tem um pacto com um homem de nome  “inferno”, mas coisa que poucos sabem é que o “chefe” de ambos é chamado de “Opositor”... Nesse momento tenho do meu  lado um general do meu lado para me proteger dessa “raça infernal”.... o nome do General? Ele é conhecido como Yaweh-Sabaoth... talvez você o conheça como SENHOR DOS EXÉRCITOS.

Cometerei alguns crimes... me divorciarei da sra. pecado e assassinarei a mesma... Alguém tem alguma objeção?  Se você tentar me impedir de me divorciar, eu te apresentarei essa  “senhora”, afinal de contas, ela gosta de amarrar os seres humanos  em sua teia; teia que só se desfaz quando gotas de sangue caem sobre ti, a saber, o Sangue de Cristo que por nós foi derramado na Cruz do Calvário.

Que Deus tenha misericórdia de nós e que nos ajude a vencer esse mundo tenebroso.




Artigo publicado originalmente no blog Pelas Escrituras dia 02/09/10



0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!