sábado, 23 de outubro de 2010

O Salmista Asafe destrói a argumentação de Edir Macedo. [ Parte 2]

Renan Almeida

Na postagem anterior, me pus a analisar o desabafo do Bispo Edir Macedo e nessa postagem tentarei prosseguir nessa análise. O desabafo do pretenso bispo pode ser encontrado na íntegra aqui no blog  (postagem anterior)  ou no blog do pregador heterodoxo (lê-se herege).

Mansão do sr. Edir Macedo, mansão esta avaliada em R$ 6.000.00
[...]“E se a santidade deles é tão acentuada assim, por que não são tão abençoados por Deus como gostariam? Seria Deus injusto para com eles? Que Deus é Esse que abençoa um “bandido” e amaldiçoa os certinhos?  Ou será que mesmo na integridade eles não conseguem sucesso porque são incompetentes? E não seria tamanha incompetência a verdadeira razão da inveja?
Vale o pensamento de Theodore Roosevelt: Não é o crítico que conta: o crédito pertence ao homem que está realmente na arena, cujo rosto está sujo de poeira, suor e sangue; que se esforça corajosamente; que fracassa repetidas vezes, porque não há esforço sem obstáculos, mas que realmente se empenha para realizar as tarefas; que sabe o que é ter grande entusiasmo e grande devoção e que exaure suas forças numa causa digna; que no final descobre o triunfo das grandes realizações e, caso venha a fracassar, ao menos fracassa ousando muito, de forma que seu lugar nunca será junto às almas frias e tímidas que não conhecem nem a vitória nem a derrota."

Como você pode perceber, não me dei o trabalho de colocar todo o texto do Edir Macedo, uma vez que os primeiros parágrafos já foram analisados. Quando leio essas palavra dele, sinto-me como se estive lendo uma argumentação de um verdadeiro neófito, alguém que necessitasse voltar para a EBD... ao menos o Papa Renê Terra Nova pode ficar feliz , pois existe alguém que faz uma "exejegue" mais “poderosa”.

Por que Deus não abençoa os “santos”? seria Deus injusto? Que Deus é esse que abençoa os bandidos e amaldiçoa os certinhos? Sinceramente, ao ler esse trecho do desabafo me perco em desolação. Ele me chamou de injusto... Edir Macedo é muito malvado com os apologistas. Ao que me parece, Edir Macedo se declara um D.D  (Doutor em divindade), mas como teólogo ele é um belo de um... nem eu sei. Edir Macedo prova com esse desabafo que desconhece totalmente a doutrina da graça.

1.    Nada nos é concedido por mérito próprio para que nos gloriemos, tudo é concedido pela Graça e vontade soberana de Deus. (Ef 2:8,9)
2.    Pode Deus abençoar um ímpio e não um “justo”? Depende de qual a sua visão de ser abençoado. Para mim ser abençoado é ter sido resgatado por Deus, mas se para Edir Macedo é ser rico, então a resposta é um SONORO SIM. Deus pode fazer o que quer, conforme deseja... Deus não age com base em méritos humanos , mas sim com base na vontade soberana dEle (Rm 9:16 ; Ec 5:45).
3.    Há injustiça da parte de Deus por abençoar quem Ele deseja? (Rm 9:15)

Entrevista com o salmista Asafe 

Como eu prometi, essa segunda postagem tem a participação do salmista Asafe, um dos mais célebres salmistas bíblicos e esse homem irá discorrer acerca do desabafo do Bispo Edir Macedo. Vamos à entrevista:

Renan: Bom dia, Asafe!
Asafe: Bom dia e que ADONAI te abençoe. Pra mim é motivo de muita alegria poder estar aqui para falar acerca das aberrações e heresias desse pretenso bispo.
Renan: Amém. Quero te agradecer por ter aceitado o meu convite e espero que a visão que Deus te concedeu acerca da Graça possa abrir a visão de  muitos que ainda se encontram enganados. Asafe, minha primeira pergunta é: Todo genuíno cristão tem que ser rico?
Asafe: Essa pergunta me perseguiu durante muitos anos, foi por causa dela que escrevi o salmo 73. Não existe nenhum mandamento ou promessa específica que alegue que todo cristão tenha que ser rico. Se o fruto do cristianismo genuíno for riquezas, então Elias e muitos outros profetas e apóstolos estão no inferno.
Renan: Você disse que já se questionou muito se riquezas eram sinal da aprovação de Deus e a que conclusão você chegou?
Asafe: Renan, penso que as riquezas em si mesmo não são um problema, mas quando ela toma conta dos pensamentos do homem, as riquezas acabam por se tornar um problema, independentemente de o homem já ser rico ou apenas desejar ser rico. O questionamento das “riquezas” como sinal de aprovação divina me deixaram em demasia perturbado, eu quase me desviei, até que entrei no Templo do Senhor e a revelação da Graça de Deus tomou o meu interior. Essa  história de que todo cristão tem que ser rico é “balela”, é marca de cristão que não suporta a sã doutrina, que quer encher os próprios bolsos e idiota é quem os escuta... se escuta tal líder é porque não tem coragem de abrir a Bíblia para estudá-la dentro de casa.
Renan: Qual sua colocação acerca das riquezas?
Asafe: As riquezas quando entregues nas mãos de Deus, ou seja, quando o homem não põe as riquezas no centro da própria vida são um presente... mas pode se tornar uma maldição.  O dinheiro é como  um “lugar escorregadio” e é capaz de mostrar quem o homem realmente é. É importante salientar que a Bíblia, em momento algum, alega que riquezas são sinal de “APROVAÇÃO DIVINA”. Existem ímpios que são ricos, mas como eles enriqueceram? Foi de forma honesta? E se foi de forma honesta, a  alma deles pertence a Deus?
Renan: Sei que você refletiu durante muito tempo acerca do tema “riquezas” e te questiono:  há injustiça da parte de Deus ao fazer um ímpio enriquecer e o “justo” não? E qual conselho você deixa para os teólogos da prosperidade.
Asafe:  A santidade e justiça de Deus são inquestionáveis, assim como os demais atributos de Deus. Para responder se existe injustiça da parte de Deus, deve-se ter em mente que “não há ninguém que sirva a Deus, não há um justo, nem um sequer” e que “nossas justiças são como trapos de imundícia”. Alguém vê injustiça no fato de a chuva que caí do céu  molhar o chão do terreno que pertence ao rico e, ao mesmo tempo , o quintal da casa do pobre? Com certeza ninguém questiona isso pelo fato de que ninguém valoriza a chuva, mas quando se trata de dinheiro, todos agem diferente. Deus em tudo é justo e verdadeiro, ele age conforme O apraz. O justo pode não ter o conforto terreno, mas tem a presença de Deus em sua vida. E aos teólogos da prosperidade digo: Vão se converter! Vão ler a Bíblia! Vão orar para que Deus arranque suas almas do inferno! Tenham coragem de ler e pregar a Bíblia com seriedade! Leiam um dos salmo que, pela misericórdia de Deus, escrevi (Sl 73). E deixo um recado ao seguidores do Edir Macedo: “fujam daquele herege e obreiro do próprio ventre”.
Renan: Obrigado pela participação e que Deus te abençoe.
Asafe: De nada e obrigado também. Fique com Deus e que os teólogos da prosperidade tomem vergonha “nas fuças”.

Fica o conselho para os seguidores de Edir Macedo e que acham que ele prega o Evangelho. Leiam Salmos 73.

Pense nisso.



Artigo publicado originalmente no blog Pelas Escrituras no dia de 23/10/10

5 comentários:

  1. Gostei muito do seu blog, recebi o convite pela ube e já estou seguindo.
    Se quiser, visite o meu www.firmesnapalavra.blogspot.com

    Angela

    ResponderExcluir
  2. Os bens da igreja Católica pertence os fieis católicos do mundo inteiro e nao os parocos,pois eles fazem voto de pobreza e não tem nenhum bem em seu nome.

    ResponderExcluir
  3. pude constatar que vc renan, tem inveja do edir macedo,voce é como asafe e um milhao de almas frustadas que nao conquistam e procuram em outros a razão de seus fracassos.asafe foi feliz quando no v.15 ele pensara em falar tais palavras ,mas reconhece que teria contaminada a geração dos filhos de deus que ele tanto influenciara,ainda bem que asafe entra no santuario e sai de la curado dessa lepra espiritual da inveja,faça isso querdo,nao sou da universal,mas vivo minha vida e deixo os outros que deles deus cuida,deus retribui a cada um segundo seu proceder,vc esta errado em julgar seu irmão,só existe um juiz e um advogado, jesus cristo,se cuida.

    ResponderExcluir
  4. Senhor (a) anônimo... Graça e Paz...
    Muitos blogueiros não gastam tempo para responder a pessoas sem identidade, uma vez que aquele que não possui uma identidade nem ao menos é reconhecido como pessoa em nosso território e duvido que seja reconhecido em algum. Esclareço ainda que o fato de você não assinar revelam duas coisas, a saber: 1) tens medo ou vergonha de sua posição pelo fato de a mesma ser insustentável e 2) não tens o menor respeito pela lei, uma vez que a Constituição Nacional em seu Art. 5, IV diz que “é livre a manifestação do pensamento sendo VEDADO o anonimato”.
    Quero ainda agradecer! é pelo fato de existirem pessoas como você que se incomodam com o que escrevo é que tenho certeza de que estou falando a verdade... no dia que todos gostarem daquilo que escrevo, muito provavelmente terei me tornado um neopentecostal e estarei em algum púlpito pregando a teologia da prosperidade... no entanto, sei que Deus me livrará de tamanha maldição.
    Respondendo a sua afirmação: Gosto quando pessoas como você fazem uma verdadeira exejegue do texto bíblico, afinal, penso que só consegue fazer uma exejegue quem não lê a Bíblia. Tens prova de que eu sinto inveja do Sr. Edir Macedo? Não! Não tens nenhuma... e não tenho problema algum com ele ter sua casa de 6 milhões de reais (ou será dólares?), mas sim como ele adquiriu a mesma. O profeta Jeremias disse:
    “Assim como a perdiz que não choca os ovos que não põe, assim é aquele que ajunta riquezas, mas não retamente; no meio de seus dias a deixará e no seu fim será insensato” (Jr 17:10)
    Você considera que ajuntar riquezas à custa dos pobres é correto? Que pregar um evangelho que jamais foi pregado pelos apóstolos é justo ou santo? Sinto muito, mas se for para defender um pseudo-evangelho, aconselho que você dê sua Bíblia para quem irá utilizá-la de verdade.
    Sobre sua exejegue no que se refere ao Sl 73... ela está ótima. Você já pode se tornar um bom neopentecostal e ganhar muito dinheiro se aproveitando da lã das ovelhas. O que o texto conta é que Asafe, por um período, pensava que Deus não era justo porque os ímpios prosperavam e os “cristãos” não. Asafe começou a pensar que a Justiça de Deus devia se revelar com Ele [Deus] dando do bom e do melhor para os “Santos” e condenando os pecadores no presente e no dia do juízo. Durante um tempo, Asafe considerou que TER era importante. Quando Asafe entra no Santuário compreende que a VIDA DO CRISTÃO NÃO SE BASEIA NO QUE TEM, pois os ímpios estão em lugares escorregadios ainda que possuam boa vida. Ao contrário do que os teólogos da prosperidade alegam, a saber, que crente tem que ser rico, ter carro, deitar em ouro... Asafe diz que “Deus é a sua herança [ e de todo cristão ]”.
    Quero me desculpar pela demora em responder, mas ando meio ocupado. Acerca da questão do não julgueis, não responderei pelo simples fato de que você menciona um tal de “deus” (com “d” minúsculo). Ao se falar de um deus com “d”, eu aconselho você buscar orientações de um teólogo budista, espírita, muçulmano ou qualquer um do tipo... eu sou evangélico, e conheço um único Deus (com “D” maiúsculo e que se chama Jeová).

    ResponderExcluir
  5. apos ler um email q mostrava as fotos da casa do edir macedo vi um video no multishow :"4 live". a casa onde é feito o video é a mesma das imagens. podemos ver claramente q é uma montagem.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!