sábado, 15 de fevereiro de 2014

As diferenças entre as línguas em Atos e em 1 Coríntios

Hernandes Dias Lopes


1- As línguas em Atos eram proclamação, ou seja, os seus discípulos falavam aos homens; já as línguas em 1 Coríntios eram oração, ou seja, os crentes falavam a Deus. Desta forma, essas línguas eram diferentes quanto ao seu endereçamento.

Hernandes Dias Lopes enfatiza a restauração do fervor espiritual da Igreja na abertura da Consciência Cristã

2- As línguas em Atos eram entendidas pelos diversos grupos linguísticos de judeus que habitavam Jerusalém, enquanto em 1 Coríntios as línguas eram ininteligíveis e existia a necessidade de um intérprete para traduzi-las. Consequentemente, elas eram diferentes também quanto ao caráter.

3- As línguas em Atos foram dadas a um grupo específico, num lugar específico, num tempo específico; ao passo que em 1 Coríntios as línguas são um dom espiritual que continua sendo outorgado a alguns para a edificação própria e para edificação da Igreja.

4- As línguas em Atos eram dialetos (2:6,8), ou seja, línguas faladas e entendidas pelos vários povos que estavam em Jerusalém, ao passo que em 1 Coríntios quem falava em línguas proferia mistérios e ninguém podia entender (1Co 14:2).

5- As línguas em Atos não precisam de intérprete, pois cada um ouvia falar em sua própria língua, enquanto em 1 Coríntios até quem fala não entende o que fala, a não ser que tenha também o dom de interpretação (1Co 14:13,14).

6- As línguas em Atos tem o propósito de proclamar as grandezas de Deus para fora, edificando as outras pessoas, já em 1 Coríntios, as línguas não deveriam ser usadas em público, a não ser que houvesse intérprete. Era um dom de autoedificação (1Co 12:2,3,19).

7- As línguas faladas em Atos eram faladas por todos aqueles que estavam cheios do Espírito Santo, enquanto em 1 Coríntios é um dom espiritual concedido não a todos, mas apenas a alguns (1Co 12:10,30)

8- As línguas em Atos são profecia, a proclamação das virtudes de Deus aos homens, ao passo que em 1 Coríntios são oração, palavras dos homens a Deus

9- As línguas em Atos era uma das evidências que aqueles homens estavam cheios cheios do Espírito Santo, mas em 1 Coríntios elas não tem conexão com a plenitude do Espírito Santo. Os crentes da Igreja de Corinto falavam em outras línguas, mas eram crentes imaturos e carnais.

10- As línguas em Atos cessaram; em 1 Coríntios, por serem um dom espiritual concedido à Igreja pelo Espírito Santo, elas continuaram. A última palavra que Paulo tem sobre o assunto é: …e não proibais o falar em outras línguas (1Co 14:39).



Hernandes Dias Lopes é bacharel em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul, pastor efetivo da Igreja Presbiteriana de Vitória e pastor cooperador da Igreja Presbiteriana de Pinheiros (SP), presidente do ministério Luz para Caminho (LPC-IPB) e apresentador do programa Verdade e Vida.

Um comentário:

  1. Muito obrigada! Muito edificante e esclarecedor! Glória a Deus! !!!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!